Preços conhecidos. Mercedes-Benz EQT chega a Portugal em outubro

11 months, 3 weeks atrás - 17 Junho 2023, turbo
Preços conhecidos. Mercedes-Benz EQT chega a Portugal em outubro
O monovolume pequeno elétrico da Mercedes-Benz, EQT, chega a Portugal no próximo mês de outubro e aposta na combinação de dimensões exteriores compactas com um amplo espaço interior para fazer a diferença num segmento onde as marcas francesas têm uma forte implantação. A autonomia de 280 km está em linha com os principais concorrentes.

A Mercedes-Benz Vans abriu as encomendas para o seu monovolume compacto elétrico EQT, que combina espaço, versatilidade, equipamento com emissões locais zero. Dirigido às famílias e aos entusiastas do lazer – para o mercado profissional a opção mais indicada será o eCitan Tourer – a base da nova proposta da marca alemã, que chega ao mercado nacional em outubro, é o Classe T.

Visualmente, o Mercedes-Benz EQT distingue-se do seu congénere de motor de combustão pela grelha do radiador Black Panel, com a estrela ao centro, e pelas aletas do radiador dinamicamente desenhadas. 

O Mercedes-Benz EQT será proposto em dois comprimentos de carroçaria: Standard, com 4,50 metros e Longo, com 4,92 metros. A largura de 1,86 metros e a altura de 1,82 metros são idênticas. Será de referir que esta última variante chegará ainda este ano, mas mais tarde do que o derivativo curto.

A bateria de iões de lítio com 45 kWh de capacidade está localizada na parte inferior do chassis, estando a protegida por um estrutura para minimizar danos causados por uma eventual colisão lateral. Além disso, aquela localização proporciona um baixo centro de gravidade, com reflexos positivos ao nível da dinâmica da condução.

Sistema MBUX de série
A funcionalidade do EQT é semelhante ao do Classe T, incluindo o baixo plano de carga de 56,1 centímetros para facilitar o carregamento de objetos pesados e as duas portas laterais deslizantes. O interior do EQT tem espaço para acomodar até três cadeiras de criança na fila de bancos traseira. 

O equipamento de série integra o sistema de infoentretenimento MBUX que pode ser acedido através do ecrã tátil de 7” ou dos botões touch control no volante. É compatível com Apple Car Play e Android Auto, além de dispor de um sistema através de ligação Bluetooth. O rádio digital (DAB e DAB +) também é de série, mas o sistema de navegação integrado e assistente de voz inteligente “Olá Mercedes” já é opção.

A linha motriz do EQT integra um motor elétrico de 90 kW (122 cv), um redutor e uma bateria que pode recuperar a sua capacidade em corrente alterna ou contínua.

Para apoiar a condução estão disponíveis, de série, sistemas como o assistente de arranque em subida, assistente de vento lateral, ATTENTION ASSIST, assistente ativo de travagem, assistente ativo de faixa de rodagem, assistente de ângulo morto, assistente de limite de velocidade.

Em opção está disponível o assistente ativo de regulação de distância DISTRONIC, que mantém automaticamente a velocidade definida e a distância para o veículo da frente, e o assistente de direção ativa, que ajuda a manter o veículo no centro da faixa de rodagem. À lista de extras deve-se acrescentar o assistente ativo de astacionamento, com PARKTRONIC e câmara de marcha atrás.

Carregamento na estrada
Os futuros proprietários do EQT têm ao seu dispor o Mercedes me Charge, que proporciona o acesso conveniente a pontos de carregamento públicos de vários fornecedores, em toda a Europa com apenas um contrato. 

Além disso, depois de selecionar o método de pagamento desejado, apenas uma vez, os clientes beneficiam de uma função de pagamento integrada com cobrança simples.

A App Mercedes me mostra a localização precisa, a disponibilidade atual e os preços na estação de carregamento selecionada compatível. Na estação de carregamento, a autenticação é feita através do visor no sistema de entretenimento MBUX, na App Mercedes me ou com o cartão de carregamento Mercedes me Charge. 

O Mercedes-Benz EQT Standard chega a Portugal no próximo mês de outubro e os preços começam nos 49.698 euros.

Apoiamos a Ucrânia