Porto, Algarve e Lisboa no top. Portugal teve um carro roubado a cada 40 minutos

1 year, 3 months atrás - 19 Fevereiro 2023, turbo
Porto, Algarve e Lisboa no top. Portugal teve um carro roubado a cada 40 minutos
Eterno alvo dos chamados amigos do alheio, o roubo de e em automóveis, assim como de outros veículos motorizados, registou particular incidência, nos últimos 10 anos, em Portugal, no Porto, Algarve, e Lisboa.

Sub-regiões que acabaram contribuindo decisivamente para que o País registasse uma média de 36 casos por dia… assim como para um roubo a cada 40 minutos!

A conclusão é de um estudo da HelloSafe Portugal que, após ter analisado os últimos dez anos de furtos de automóveis e outros veículos motorizados, no nosso País, concluiu que foi em Lisboa, mas principalmente no Porto e também no Algarve, que este tipo de situações mais aconteceram.

De acordo com os dados reunidos, a Cidade Invicta registou um número médio de furtos de e em veículos por 100 mil habitantes, de 580 casos, enquanto o Algarve somou 451. Já a sub-região de Lisboa, contabilizou um total de 439 casos por 100 mil habitantes. mesmo acontecendo na região algarvia.

De resto e em conjunto, estas três sub-regiões somaram 7 dos 10 crimes de assaltos de e a automóveis, em Portugal.

Já na ponta oposta deste ranking, surgem, como regiões mais seguras relativamente a este tipo de crimes, as sub-regiões da Madeira, com apenas 112 casos para cada 100 mil habitantes, logo seguida do Douro, Beiras e da Serra da Estrela, todas com as mesmas 119 ocorrências.

Portugal com um roubo a cada 40 minutos
Finalmente e já numa comparação com a Europa, o estudo da HelloSafe Portugal coloca o nosso País num 11.º lugar, isto um ranking do qual fazem parte um total de 17 países, e em que a Itália surge como o país onde a taxa de roubo e furto de veículos a cada 100 mil habitantes, atinge o valor mais alto. Mais precisamente, comum total de 280 casos.

Já em Portugal, os dados do Eurostat apontam para um total de 113.633 veículos furtados e 17.839 roubados, isto num total de 131.472 ocorrências, o que também significa uma média de 36 casos por dia, ou, ainda, um roubo a cada 40 minutos.

A metodologia
A terminar, a HelloSafe Portugal refere, ainda, que, para a realização deste estudo, a empresa baseou-se em dados divulgados pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), PorData e Eurostat. Sendo que, recorda a empresa, o INE “divulga apenas o número total de furtos de veículos e em veículos”, sem fazer qualquer separação entre estas duas situações, enquanto a PorData “divulga apenas os registos de furtos em veículos”.

Assim, foi a própria HelloSafe que cruzou os dados que permitiram chegar à quantidade de registos de furtos.

Já no caso do Eurostat, a informação divulgada é “apenas a média por dia em cada país de furtos e roubos”, tendo sido a empresa espanhola que separou “cada crime a partir dos dados levantados de furtos do INE e PorData”.

Apoiamos a Ucrânia