Novo Skoda Kodiaq RS chega a partir dos 67.457 euros

17 Dezembro 2018 - Auto Monitor

Novo Skoda Kodiaq RS chega a partir dos 67.457 euros

O Skoda Kodiaq RS é o primeiro SUV da família desportiva RS da Skoda e também o novo líder da campanha SUV da marca.

Este modelo de elevadas prestações está equipado com o mais potente motor Diesel de grande produção da história da Skoda, debitando uma potência de 240 CV (176 kW). Em Portugal, o Kodiaq RS é proposto a partir de 67.457 euros.

O primeiro SUV de elevadas prestações da Skoda junta à sua ambição dinâmica detalhes em cor preta – a grelha dianteira, as molduras das janelas e os espelhos retrovisores são em preto brilhante. A secção traseira é formada por duas ponteiras de escape abaixo do para-choques e um refletor que se estende a toda a largura do automóvel – característica distintiva dos modelos Skoda RS.

O Skoda Kodiaq RS é o primeiro automóvel da história da Skoda com jantes de liga leve de 20 polegadas de série. As pinças vermelhas nos discos de travão são claramente visíveis graças às jantes Xtreme de liga leve. Com esta combinação desportiva e de potência, este SUV com tração às quatro rodas destaca-se como o modelo mais notável da gama Skoda.

O equipamento de série do Kodiaq RS inclui o Cockpit Virtual com acabamentos em carbono ótico, individualmente personalizável. O modo "Desportivo" é um quinto layout, que apresenta o conta-rotações e o velocímetro no centro.

O Kodiaq RS é o primeiro modelo Skoda a oferecer o Dynamic Sound Boost, um sofisticado sistema que utiliza os dados eletrónicos do automóvel e varia e intensifica o som do motor, dependendo do modo de condução que é selecionado - o que resulta numa experiência acústica cativante e expressiva.

Os bancos desportivos com encosto de cabeça integrados, que vêm de série, apresentam almofadas de assento e encostos em Alcantara. A costura contrastante e os detalhes vermelhos em Alcantara criam alguns destaques visuais. As almofadas laterais dos bancos são cobertas em couro e carbono e, tal como os apoios de braços central e nas portas, têm pespontos vermelhos.

O volante multifunções desportivo apresenta o logótipo RS e os pespontos vermelhos, evidenciando um contraste marcante. O painel de instrumentos com look de carbono, o revestimento preto do forro do tejadilho e as coberturas dos pedais em aço inoxidável completam a aparência desportiva do modelo. E mantém as qualidades familiares da gama de modelos Kodiaq: muito espaço para sete pessoas, grande compartimento de bagagem e muitas das ideias Simply Clever.

Tal como acontece com todas as versões do Kodiaq, o modelo desportivo RS é proposto de série com cinco bancos, que podem ser aumentados para sete, opcionalmente. O porta-bagagens da variante de cinco lugares oferece a impressionante volumetria de 725 litros com os bancos em posição normal e 1960 litros quando os bancos são rebatidos. Com todos os bancos ocupados, a versão de sete lugares tem uma capacidade para bagagens de 230 litros, valor que aumenta para 715 litros com a terceira fila de bancos rebatida e 1950 litros com a segunda e terceira fila de bancos rebatidas.

Motor Diesel mais potente da história

O motor 2.0 TDI biturbo de quatro cilindros neste SUV de tração às quatro rodas debita 240 CV (176 kW) e oferece um binário máximo de 500 Nm, destacando as ambições desportivas do Skoda Kodiaq RS - isto torna-o no Diesel mais potente dos mais de 120 anos de história da marca de Mladá Boleslav.

O novo motor permite uma dinâmica de exceção e excelentes qualidades de resposta, mesmo em baixas rotações. Os gases de escape são purificados por um catalisador SCR. Na gama de modelos KODIAQ, este motor diesel 2.0 BiTDI é reservado exclusivamente para a versão RS e, graças ao sistema Dynamic Sound Boost, a sua potência é audivelmente notória. Com um Dynamic Chassis Control (DCC), incluindo o Driving Mode Select e a direção progressiva, este automóvel estava perfeitamente preparado para a sua volta recorde em Nurbürgring.

Recorde em Nurbürgring

Antes do lançamento do novo modelo na última edição do Salão de Paris, em outubro, a Skoda encarregou a piloto Sabine Schmitz de tentar estabelecer uma volta recorde no "Inferno Verde" de Nurbürgring ao volante do Skoda Kodiaq RS. E Schmitz cumpriu, deixando uma clara indicação do desempenho deste SUV de sete lugares.

Especialista no Nordschleife, Sabine Schmitz – a única mulher a ter vencido a famosa prova de 24 horas disputada neste circuito – conhece "de olhos fechados" o traçado do lendário circuito de 20,832 km, com as suas 73 curvas e uma diferença de altitude de cerca de 300 metros.

Frantisek Drábek, Diretor de Modelos Compactos da Skoda AUTO, teve um importante papel no desenvolvimento do SUV de elevadas prestações, e não quis perder a oportunidade de "navegar" Sabine no banco do passageiro e testemunhar in loco as capacidades desportivas do Kodiaq RS.

O Skoda Kodiaq RS ultrapassou todos os obstáculos do "Inferno Verde" e conseguiu estabelecer o recorde do Nordschleife para um SUV de sete lugares: 9m 29,84s.

Sabine Schmitz participa regularmente no campeonato de resistência (VLN) e na corrida de 24 horas em Nurbürgring e, em 1996, tornou-se a primeira mulher a vencer esta prova, repetindo a proeza no ano seguinte. Tendo sido durante muito tempo "taxista no Ring", tornou-se conhecida do grande público. Schmitz estima que tenha conduzido mais de 30.000 voltas no Nordschleife.

Novo logótipo

As iniciais RS passaram a ser a denominação dos modelos desportivos da Skoda desde o ano 2000, sendo que o Kodiaq RS é o primeiro SUV da marca a juntar-se a esta gama. O novo e moderno logótipo também acentua a aparência dinâmica do modelo.

Na grelha dianteira, o “V” significa vitória e a cor vermelha simboliza o desporto e a potência dos modelos da família RS.

A sigla RS (Rally Sport) foi utilizada pela primeira vez em 1974, nos dois modelos de ralis: o Skoda 180 RS e o 200 RS. Em 1975, a Skoda desenvolveu estes modelos e surgiu o Skoda 130 RS; em 1977, o coupé desportivo também conhecido como "Porsche do Oriente" obteve duas vitórias na sua categoria no lendário Rali Monte Carlo, e também venceu o Rali da Acrópole. No setor da velocidade, o versátil 130 RS conquistou a vitória absoluta no European Touring Car Championship, em 1981. Em 2000, a Skoda lançou o seu primeiro modelo de produção em série RS: o Octavia RS.

A geração atual do Skoda Octavia RS oferece uma potência de 245 CV(180 kW). Um Skoda Fabia RS com um motor diesel de 130 CV (96 kW) foi lançado em 2003, a que se seguiu, em 2010, uma variante RS da segunda geração Fabia, com um motor turbo de 180 CV (132 kW).

No momento atual, a Skoda Motorsport continua a ser a referência no WRC2 com o Fabia R5. Desde 2015, o Fabia R5 conquistou mais de 625 vitórias, o que faz dele o carro de maior sucesso na história da Skoda Motorsport. Em 2018, a Skoda venceu o título de Construtores no WRC2 pela quarta vez consecutiva. E pelo terceiro ano consecutivo, o título de pilotos/navegadores também foi para a equipa da Skoda, com a dupla Jan Kopecky/Pavel Dresler.

Recorde-se que em setembro de 2016, a Skoda marca o início da sua campanha SUV com a estreia mundial do Kodiaq. E em apenas dois anos, a marca checa produziu 277.000 exemplares: um total de 156.000 unidades foram fabricados na linha de produção da fábrica de Kvasiny, na República Checa, e mais de 104.000 unidades foram produzidas na China, o maior mercado da Skoda.

 

Venda o Seu Carro