Taxista que bateu em turista por pensar que era da Uber ainda conduz

6 Julho 2018 - Jornal de Notícias

Taxista que bateu em turista por pensar que era da Uber ainda conduz

O turista que foi agredido em pleno Chiado, Lisboa, por um motorista de táxi, na terça-feira, ainda não apresentou queixa contra o agressor.

A informação foi confirmada, ao JN, por fonte da PSP, embora a vítima tenha seis meses para fazer a participação a contar do momento da agressão.

Entretanto, o motorista de táxi continua a laborar na mesma zona de táxis da Praça Luís de Camões onde tudo aconteceu. Na altura, o turista oriundo do Kuwait - e não do Dubai, como a PSP tinha informado inicialmente - parou para pedir indicações quando foi abordado pelo motorista de táxi que pensou que aquele era da Uber.

Venda o Seu Carro