Motas vão ter de ir à inspeção a partir de janeiro

2 years, 8 months atrás - 21 Setembro 2021, multinews
Motas vão ter de ir à inspeção a partir de janeiro
O secretário de Estado das Infraestruturas, Jorge Delgado, garantiu que as motas com mais de 125 centímetros cúbicos (cc), vão passar a ser obrigadas a ir à inspeção, a partir de dia 1 de janeiro.

A partir de 1 de janeiro de 2022 todas as motas de 125 centímetros cúbicos (cc) para cima passam a ter de ir à inspeção”, disse em declarações ao ‘Negócios’.

Segundo o responsável, a medida será aprovada brevemente. “Esse é o trabalho que estamos a fazer. O decreto-lei está em circuito legislativo e vai ser aprovado em Conselho de Ministros em breve”, referiu.

Jorge Delgado disse também ao jornal que depois da sua aprovação por parte do Governo, será ainda necessário publicar a portaria regulamentar para decretar a obrigatoriedade, que vai abranger entre 400 mil a 450 mil veículos.

De recordar que desde 2012 que foi aprovado um decreto-lei para alargar o universo de veículos sujeitos a inspeção periódica, incluindo motociclos, triciclos e quadriciclos (veículos de categoria L) com cilindrada superior a 250 cc.

No entanto, escreve o ‘Negócios’, “a medida não saiu até hoje do papel”, o que levou a “muitas críticas dos centros de inspeção”, que já se tinham preparado para pôr em prática a medida, investindo cerca de 30 milhões de euros em infraestruturas e equipamentos.

Agora, aplicando-se esta nova regra, a obrigatoriedade de inspeção passa a abranger também as motas que tenham 125 cc ou mais, deixando apenas de fora as de 50 cc.

Apoiamos a Ucrânia