António Costa quer comprar carros para ajudar

2 anos, 8 meses atrás - 14 Maio 2020, Auto Monitor
António Costa quer comprar carros para ajudar
Para retribuir a confiança que o setor automóvel demonstrou ter em Portugal, o primeiro-ministro, António Costa, anunciou a proposta de aquisição, já na próxima reunião do conselho de ministros, de um automóvel em cada uma das quatro fábricas, de diferentes categorias, que operam no nosso país.

Este anúncio foi feito no final de uma visita, esta quarta-feira, na companhia do Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, à Autoeuropa, o maior exportador nacional que retoma agora, e gradualmente a produção em Palmela, a quem será então adquirido um veículo, nesta demonstração de gratidão face ao esforço da empresa.

Esforço este que Costa aponta sobretudo ao seu plano de segurança no regresso à atividade, o qual "transmite a confiança necessária aos trabalhadores e as às famílias para voltarem ao trabalho. Passando assim a grande mensagem de que é possível regressar ao trabalho desde que todos cumpramos as regras necessárias", reforçou António Costa.

António Costa deixou ainda no ar uma referência a uma possível recandidatura de Marcelo Rebelo de Sousa à presidência da república, ao afirmar que a próxima visita à Autoeuropa será no "primeiro ano" de mandato do Presidente, já em 2021.

"Que o exemplo da Autoeuropa sirva para toda a Europa", defende Presidente da República

As primeiras palavras do Presidente da República no final da visita à Autoeuropa, realizada esta quarta-feira, na companhia do primeiro-ministro António Costa, foram de gratidão "à sua competência e qualidade mas também à sua capacidade de adaptação neste tempo que viemos, e aquilo que soube criar como ambiente social nesta casa e aquilo que está a fazer a favor do país".

Com o foco na palavra esperança, citando António Costa que afirmou que "não somos uma ilha", o Presidente espera que o "exemplo da AutoEuropa possa ser um exemplo para toda a Europa", sendo que neste caso reflete um exemplo de colaboração entre a Alemanha e Portugal.

"Nós esperamos da Europa, e esperamos com urgência, com premência, uma palavra de afirmação, de fé, de futuro. E essa palavra tem de ser dada rapidamente. Significa reconstrução, solidariedade, significa caminhar para horizontes que são aqueles que justificaram o nascimento da Europa", disse Marcelo Rebelo de Sousa.

A terceira palavra deixada foi confiança. O Presidente reforçou que se é feito um agradecimento a todos (trabalhadores, administração e acionistas) e se esperamos tanto da Europa "é porque confiamos em Portugal e nos portugueses".

Support Ukraine