Toyota Gazoo Racing revela novo GR Yaris

4 months, 1 week atrás - 15 Janeiro 2024, autonews
Toyota Gazoo Racing revela novo GR Yaris
Mais potência, mais binário, mais controlo

O novo Toyota GR Yaris faz hoje a sua estreia mundial no Salão Automóvel de Tóquio 2024, beneficiando de melhorias técnicas, de design e de construção que prometem proporcionar uma experiência de condução ainda melhor. O GR Yaris recebeu tantos elogios e entusiasmo aquando do seu lançamento que a Toyota poderia ter considerado que “em equipa que ganha, não se mexe”. Aqui estava um modelo que, de um momento para o outro, se impôs no topo do segmento dos “hot-hatch”, um “puro-sangue” desportivo nascido nos ralis, que se destacou da concorrência. 

Mas para a Toyota era apenas o início da história. Nos três anos que decorreram desde que o primeiro carro saiu da linha de produção, foram investidos esforços intensos para o tornar ainda melhor: mais potente, mais reativo, mais envolvente e – mesmo que difícil de acreditar - mais gratificante de conduzir.

Os engenheiros da TOYOTA GAZOO Racing, o Master Driver e os pilotos profissionais das corridas e dos ralis trabalharam em conjunto, num espírito de melhoria constante, para enriquecer o carácter essencial do GR Yaris como um automóvel que coloca o condutor em primeiro lugar - um automóvel que tem tudo a ver com a experiência especial que se desfruta a partir do momento em que se senta ao volante e se liga o motor.

A lista de melhorias é extensa, justificando a descrição "novo GR Yaris". Os principais elementos incluem a evolução do motor de três cilindros turbo, líder mundial, para proporcionar ainda mais potência e binário e a introdução de uma novíssima transmissão automática de oito velocidades, concebida para mudanças de velocidade rápidas semelhantes à competição.

O chassis específico do GR Yaris foi ainda mais reforçado e, no habitáculo, a disposição do cockpit e a posição de condução foram redesenhadas para uma sensação mais autêntica de um automóvel desportivo, quer na condução em estrada, quer em competições de desportos motorizados. A suspensão foi também ajustada para um maior controlo da condução e um desempenho robusto sob cargas elevadas, com taxas de mola revistas e um conjunto de amortecedores dianteiros reforçados.

O novo GR Yaris oferece tudo o que fez do original um sucesso, mas ainda mais. Como resultado, promete colocar-se ainda mais à frente da concorrência.

A gama foi simplificada ao máximo, disponibilizando apenas uma versão, equipada com um radiador adicional, “spray intercooler” e entrada de ar modificada.

O novo GR Yaris está previsto para venda na Europa e em Portugal a partir do verão de 2024.

GR YARIS: a história até agora

O GR Yaris é a demonstração perfeita de como a Toyota e a sua divisão de performance TOYOTA GAZOO Racing estão empenhados em desenvolver automóveis cada vez melhores através do desporto automóvel. Desde o início, este não ia ser apenas mais um hot hatch: este era um automóvel que, em termos de engenharia e design, colhia diretamente os benefícios da experiência vencedora da TOYOTA GAZOO Racing no Campeonato Mundial de Ralis. O modelo de estrada foi de tal forma um sucesso que deu origem a vários trofeus monomarca, como é o caso do TOYOTA GAZOO Racing Iberian Cup.

Um novo motor, um novo sistema eletrónico de tração integral e um chassis feito à medida faziam parte do plano. Quando o carro de produção chegou às mãos da imprensa e dos clientes, a resposta superou em muito as expectativas da Toyota. Desde o lançamento do modelo em 2020, foram vendidos mais de 18.000 automóveis na Europa, com um índice de satisfação do cliente de 99%. 

A maioria dos carros vendidos foi a versão Standard (agora designada Legend), daí a decisão de se concentrar nesta especificação para o novo modelo. Entre os clientes contam-se muitos aficionados de automóveis de desempenho, que consideram o GR Yaris digno de um lugar ao lado de modelos de prestígio significativamente mais potentes nas suas coleções. O GR Yaris está, portanto, para além da categorização; está numa classe própria e é um clássico instantâneo dos automóveis desportivos.

O programa de desenvolvimento que deu origem ao novo GR Yaris segue o conceito de "desenvolver, correr, quebrar, reparar". Isto descreve a forma como, na procura de melhorias, o automóvel é levado aos seus limites - literalmente até ao ponto de rutura dos seus componentes. 

Mais potência, mais binário, mais controlo

Aquando do lançamento, o motor turbo do GR Yaris tinha a distinção de ser a unidade de produção de três cilindros mais potente do mundo. Agora oferece ainda mais: a potência foi aumentada em 19 cv DIN e o condutor pode recorrer a mais 30 Nm de binário, com valores máximos de 261 cv e 360 Nm para uns agora ainda mais expressivos 280 cv DIN e 390 Nm.

Esta nova referência de performance reafirma a supremacia do carro na sua classe, aumentando a sua vantagem sobre a concorrência e proporcionando uma autêntica sensação de carro de corrida que reafirma como a Toyota concretizou a sua ambição de construir um carro de rali para a estrada.

Ao mesmo tempo que a potência do motor foi aumentada, foram tomadas medidas para assegurar a manutenção da durabilidade. Mais uma vez, a pista de corrida e o palco de rali foram o campo de provas, com o motor a ser testado até ao ponto de rutura no Campeonato de Ralis do Japão e no campeonato de resistência japonês. Os pormenores incluem um sistema de válvulas reforçado, um novo material para a válvula de escape e um aumento da pressão de injeção de combustível D-4ST. Foram instalados novos pistões leves com anéis resistentes ao desgaste e foi adicionado um novo sensor de pressão de admissão.

A nova geração GR Yaris irá encontrar-se disponível em apenas uma versão que inclui um pack de desempenho de arrefecimento – a Legend. Este “pack” equipa o automóvel com um novo sub-radiador para melhorar a fiabilidade na condução a fundo, modificações na admissão de ar e um “spray intercooler”.

Nova transmissão automática Gazoo Racing Direct Shift

A introdução de uma nova caixa automática GAZOO Racing Direct Shift de oito velocidades é uma das alterações mais significativas no novo programa GR Yaris, oferecida em alternativa à caixa manual de seis velocidades. 

Ao conceber a nova unidade, a Toyota concentrou-se em obter a mudança de velocidade mais rápida possível. Mudar para o funcionamento automático; a utilização de uma caixa automática também permite que o condutor se concentre mais na direção e na utilização dos pedais do travão e do acelerador.

Enquanto as mudanças de velocidade convencionais se baseiam na deteção do comportamento do veículo, como a força-G de desaceleração e a velocidade, o software otimizado da nova transmissão está também afinado para detetar a forma como o condutor utiliza os travões e o acelerador. Ao fazê-lo, antecipa quando é necessário mudar de velocidade, mesmo antes de ocorrerem alterações no comportamento do veículo, permitindo que a seleção de velocidades reflita as intenções do condutor e seja semelhante à forma como os condutores profissionais operam. 

Nos testes em pista, o novo sistema provou o seu valor, ajudando a garantir tempos de volta mais rápidos do que a transmissão manual. O desempenho em termos de manobrabilidade é apoiado pelo fornecimento de série de diferenciais de deslizamento limitado “Torsen” à frente e atrás.

Para resolver questões como a vulnerabilidade dos sistemas automáticos a danos causados pelo calor e a necessidade de equilibrar uma velocidade de mudança elevada com a facilidade de condução, os engenheiros da GR efetuaram várias revisões de materiais e software. O programa de testes incluiu pilotos da Equipa Mundial de Ralis da TGR que a colocaram à prova em diferentes superfícies, incluindo estradas cobertas de neve na Finlândia. A unidade foi também utilizada no Campeonato de Ralis do Japão, no TOYOTA GAZOO Racing Rally Challenge e na Série Super Taikyu.

O aumento do número de mudanças de seis para oito permite que a transmissão tenha relações mais próximas. Beneficia também de um novo sistema de controlo de binário e de um solenoide linear compacto e de elevada resposta. A utilização de material altamente resistente ao calor na embraiagem de mudança de velocidades e a afinação do software de controlo produziram velocidades de mudança de classe mundial. 

A velocidade de troca de mudanças na posição D, são ao nível da competição e a função de seleção de velocidades preditiva alinha-se perfeitamente com as intenções do condutor. Os requisitos de arrefecimento são tratados com a instalação de um refrigerador de fluido da transmissão automática de série.

Uma nova função de seleção do modo de condução está disponível para adaptar o automóvel tanto à condução desportiva como à utilização quotidiana, com os modos Sport, Normal e Eco a ativarem diferentes definições para a direção assistida elétrica, o funcionamento do ar condicionado, a resposta do acelerador e o visor do painel de instrumentos do condutor. 

Nos modelos equipados com a transmissão automática GAZOO Racing Direct Shift, a sensação e a seleção das mudanças também são ajustadas. A sensação de mudança de velocidades é orientada para a resposta no modo Sport e tem um equilíbrio entre o choque e a resposta nos modos Normal e Eco. No modo Sport, é dada prioridade à resposta na posição D, enquanto a utilização no modo M assegura as passagens de caixa mais rápidas.

O condutor irá descobrir que trabalhar na gama de rotações entre as 4.900 rpm e o “red line” das 7.200 rpm o coloca no centro da ação.

Tal como no atual GR Yaris, a aderência e a tração ideais são conseguidas com o sistema de tração integral permanente GR-FOUR, controlado eletronicamente. Desenvolvido especificamente para este automóvel, este sistema ajusta o equilíbrio da tração dianteira e traseira em três modos, de acordo com o cenário de condução - Normal, Sport e Track.

Maior rigidez da carroçaria 

A carroçaria leve do GR Yaris foi tornada ainda mais rígida com um aumento de cerca de 13% nas soldaduras por pontos e a aplicação de aproximadamente mais 24% de adesivo estrutural. Como resultado, a resposta do carro em termos de guinada, o feedback da direção e a sensação de aderência foram melhorados, construindo o que já era um chassis tenso e altamente compensador.

A plataforma foi concebida especificamente para o automóvel, combinando a secção dianteira da estrutura GA-B do Yaris e uma nova extremidade traseira criada a partir da plataforma maior GA-C da Toyota.

Os sistemas de suspensão leves mas rígidos foram mantidos - amortecedores MacPherson dianteiros e braços duplos traseiros com braços de arrasto - mas foram efectuados ajustes em resposta ao feedback dos pilotos de competição. A adição de parafusos extra para fixar os amortecedores dianteiros à carroçaria suprime as alterações de alinhamento que podem ocorrer quando o casquilho superior se deforma durante a condução com cargas elevadas. As molas dianteiras e traseiras também foram ajustadas para um desempenho ótimo e um melhor controlo da condução.

Novo cockpit do condutor inspirado na competição

Foram efectuadas alterações significativas no interior do Yaris GR para dar ao cockpit do condutor uma sensação autenticamente desportiva com um design que é fiel aos princípios "o condutor em primeiro lugar" que definem o automóvel.

A equipa GR inspirou-se nas sugestões dos condutores de corridas e ralis para reposicionar os comandos e proporcionar ao condutor um acesso mais rápido e claro. Os pilotos de corrida e de rali também contribuíram diretamente para as alterações.

Os controlos que muitas vezes têm de ser utilizados na condução de competição, como o spray do intercooler, o VSC-OFF e as luzes de emergência, foram deslocados para mais perto do condutor para que possam ser alcançados rápida e facilmente quando se utiliza um arnês de competição. No lado do passageiro, o tabuleiro no painel de instrumentos foi aumentado para que haja espaço para instalar medidores extra ou um monitor para o copiloto.

O campo de visão do condutor a partir do volante foi melhorado através da redução do rebordo superior do painel de instrumentos em 50 mm, da alteração da posição do espelho retrovisor e da inclinação do painel de controlo 15 graus mais para o condutor.

A instrumentação inclui um novo painel de instrumentos totalmente digital de 12,3 polegadas com dois modos de disposição - normal e desportivo, sendo que este último apresenta dados centrados na performance desportiva. O design é isento de qualquer ornamentação supérflua, pelo que os gráficos são claros e a informação pode ser imediatamente visualizada e compreendida. No modelo automático, a leitura inclui a temperatura do óleo da transmissão e um aviso visual, para além de um alarme sonoro que alerta o condutor quando as rotações do motor são demasiado elevadas para reduzir a velocidade.

Foram efectuadas alterações precisas para proporcionar ao condutor a melhor postura. O banco foi rebaixado em 25 mm e o volante ajustado em conformidade. A direção das mudanças foi alterada para se adequar à condução de competição, de modo a que o condutor empurre a alavanca para a frente nas reduções de velocidade e puxe para trás nas subidas - um pormenor promovido pelo Master Driver e Presidente da Toyota Motor Corporation, Akio Toyoda (também conhecido como "Morizo").

Apoiamos a Ucrânia