Terminal de autocarros do Dragão ainda não está a funcionar

5 Fevereiro 2019 - Jornal de Notícias

Terminal de autocarros do Dragão ainda não está a funcionar

O terminal de transportes junto ao Estádio do Dragão não começou a funcionar esta terça-feira, conforme tinha sido anunciado pela Câmara do Porto.

Os autocarros das operadoras privadas que deveriam ali parar estão a seguir para o Campo 24 de Agosto.

A Câmara do Porto tinha anunciado para hoje as alterações aos terminais das carreiras que paravam na Rua de Alexandre Braga, por causa das obras do mercado do Bolhão.

Com aquela artéria cortada, os términos de alguns autocarros iriam passar "para a Rua do Bolhão, outros para o Campo de 24 de Agosto e outros para o Terminal do Dragão".

Só que, pelo menos até ao final da manhã desta terça-feira, o Terminal do Dragão ainda não estava a funcionar, pelo que as carreiras estavam a prosseguir até ao Campo 24 de Agosto.

Em causa estão linhas da Gondomarense (a maioria), da Valpi, da Albano Esteves Martins, da Auto Viação Pacense da Auto Viação Landim.

Ao JN, um responsável da Gondomarense explicou que as linhas mantiveram os trajetos habituais, terminando no Campo 24 de Agosto, uma vez que a empresa não recebeu "qualquer ordem em contrário da autoridade dos transportes".

"As concessões são dadas pela Área Metropolitana do Porto, com determinados parâmetros: início e destino da carreira, o seu percurso, os horários e o respetivo tarifário. A legitimidade de se efetuarem alterações nas carreiras em objeto e em acordo com os operadores caberá sempre à AMP. Não se poderão verificar graves prejuízos para uns e benefícios para outros", sublinhou.

Abordado pelo JN no final da reunião de Câmara desta terça-feira, o presidente da Autarquia, Rui Moreira, afirmou desconhecer que o terminal do Dragão não está a funcionar. Garantiu que o processo de transferências dos terminais decorre entre hoje e amanhã, confirmando que parte dos autocarros já passou nesta terça-feira para o Campo 24 de Agosto.

"Os operadores estão deliberadamente a incumprir o que ficou estabelecido, pelo que neste momento a Câmara do Porto encontra-se a acompanhar o impacto do incumprimento, caso a caso, com colaboração da Polícia Municipal", respondeu a Autarquia ao pedido de esclarecimento do JN.

Venda o Seu Carro