Stellantis faz o maior investimento de sempre na América do Sul. Quais os planos?

1 month atrás - 8 Março 2024, razaoautomovel
Stellantis faz o maior investimento de sempre na América do Sul. Quais os planos?
A Stellantis vai apostar forte na América do Sul, com novo plano de investimentos até 2030, que se traduzirá no lançamento de 40 modelos.

A Stellantis anunciou ontem, quarta-feira, um investimento de 5,6 mil milhões entre 2025 e 2030 na América do Sul. O maior investimento de sempre do grupo na região.

Este investimento vai incluir o lançamento de 40 novos produtos, além de continuar os esforços no desenvolvimento e produção de tecnologias de descarbonização e a criação de novas oportunidades de negócio.

Este investimento vem no âmbito do plano estratégico da Stellantis, o Dare Forward 2030, cujo objetivo maior é “tornar o grupo numa empresa com zero emissões líquidas de carbono até 2038”.

Este anúncio solidifica a nossa confiança e compromisso com o futuro da indústria automóvel sul-americana e é uma resposta ao ambiente de negócios local que é favorável.

Carlos Tavares, Diretor Executivo Da Stellantis

A Stellantis não é o primeiro grupo a anunciar investimentos multimilionários na região, seguindo os passos da General Motors, do Grupo Volkswagen e da Toyota.

Stellantis na América do Sul
A América do Sul é um dos mercados onde a Stellantis tem uma forte presença, tendo sido líder de vendas em 2023 com uma quota de 23,5% e mais de 878 mil unidades. Lidera individualmente no Chile, Argentina e no Brasil, com a quota no país-irmão a subir para os 31,4%. Destaca-se a performance da Fiat, que é líder do mercado brasileiro e tem na Strada (imagem de topo) o modelo mais vendido.

A Fiat destaca-se ainda por ter sido uma das pioneiras pelo “desenvolvimento e aplicação da tecnologia de motores a biocombustíveis que utilizam 100% de etanol (E100)”, o combustível feito a partir da cana-de-açúcar.

Os chamados automóveis flex, populares no Brasil, são os que mais recorrem a este biocombustível, podendo alternar o funcionamento do motor entre o etanol e a gasolina.

Agora essa tecnologia vai evoluir combinando-a com a eletrificação, tendo recebido o nome de Bio-Hybrid. O desenvolvimento de veículos Bio-Hybrid será um dos focos do investimento da Stellantis na América do Sul, que começarão a estar disponíveis no final deste ano

A tecnologia Bio-Hybrid da Stellantis dará origem a uma nova geração de automóveis flex com motorizações mild-hybrid 12 V (Bio-Hybrid), mild-hybrid 48 V associado a uma caixa de dupla embraiagem (Bio-Hybrid e-DCT), híbrido plug-in (Bio-Hybrid PLUG-IN). E, ainda sem data marcada, também estão prometidos 100% elétricos a bateria (BEV).

Apoiamos a Ucrânia