Novo Volkswagen T-Roc Cabrio já disponível desde os 32.736 €

22 Junho 2020 - Auto Monitor

Novo Volkswagen T-Roc Cabrio já disponível desde os 32.736 €

O novo T-Roc Cabrio chega agora a Portugal com as versões 1.0 TSI 115 cv: 32.736,56 € (Style); 1.5 TSI 150 cv: 35.756,60 € (Style); 1.5 TSI 150 cv DSG: 43.060,59 € (R-Line).

O T-Roc Cabrio revela instantaneamente o que significa – condução divertida, liberdade e vitalidade. É elegante, atraente e, sobretudo, fresco. A parte dianteira surpreendentemente larga, linhas proeminentes e proporções compactas transmitem ao modelo uma combinação distinta de robustez e aparência de SUV. A equipa liderada por Klaus Bischoff, Diretor de Design da Volkswagen, criou linhas que sublinham claramente o posicionamento único do T-Roc Cabrio no seio do segmento dos SUV.

A elevada e larga grelha do radiador, com os faróis duplos integrados, domina a parte dianteira do T-Roc Cabrio. As versões superiores dos faróis utilizam tecnologia LED. No perfil lateral destaca-se uma faixa cromada que passa por baixo das janelas, enquanto uma convincente linha de cintura cresce a partir da parte traseira. As aplicações offroad protegem os guarda lamas, as soleiras laterais e a zona inferior da secção dianteira e traseira. Também têm o efeito de diminuir visualmente a altura da carroçaria.

As linhas horizontais dominam a parte traseira do T-Roc Cabrio, dando a este crossover descapotável uma aparência plana, larga e desportiva. A terceira luz do travão está integrada no spoiler. O logótipo da Volkswagen e a sigla "T-Roc" foram posicionados abaixo. As saídas do escape e a inserção do difusor são em forma de trapézio.

Experiência de condução melhorada, com uma boa visão. O T-Roc Cabrio de 2+2 lugares foi produzido na plataforma modular transversal (MQB). O comprimento total é de 4,27 metros e a distância entre eixos é de 2,63 metros. A largura é de 1,81 metros (sem espelhos retrovisores exteriores) e a altura de 1,52 metros. A relação largura/altura sublinha a dinâmica do carro, e o centro de gravidade da carroçaria – baixo para um SUV – aumenta a diversão de condução. Outras características determinantes são as dimensões curtas entre o centro da roda e as extremidades e as grandes larguras das vias: 1538 mm (frente) e 1539 mm (traseira).

A altura entre a distância ao solo e os bancos do condutor e do passageiro é de 599 mm e de 616 mm para os passageiros traseiros. O compartimento de bagagem tem uma capacidade de 280 litros. As costas dos bancos traseiros são rebatíveis e, juntamente com o engate de reboque, opcional, sublinham a versatilidade do carro.

Seguindo os passos do Beetle e do Golf Cabrio, o T-Roc Cabrio tem uma capota clássica em lona composta por três camadas. Com acionamento elétrico, a operação de abertura e fecho pode ser efetuada até aos 30 km/h, pressionando o botão na consola central, numa operação que demora nove e onze segundos, respetivamente. Durante o processo, é emitido um sinal acústico. Quando aberta, a parte superior macia dobra-se num formato Z atrás dos bancos traseiros e um compartimento por cima da bagageira permite arrumar a capota. Quando está fechada, uma estrutura impede o "efeito de balão" a altas velocidades. Com sistema keyless, é possível acionar a capota com a chave, a uma distância de 1,5 metros. Em opção, pode também equipar o carro com um corta-vento.

Equipado com uma capota de lona, e com a ausência dos pilares central e traseiro, a rigidez torcional deste modelo foi reforçada com aço de alta resistência, o que acontece para além do nível da plataforma, tanto longitudinalmente como transversalmente, de forma a respeitar os parâmetros de segurança e a manter a condução dinâmica do T-Roc convencional. Se o carro estiver em risco de capotamento, é ativado um sistema de proteção: numa fração de segundo, dois painéis expandem-se atrás dos apoios de cabeça traseiros.

O T-Roc Cabrio está equipado com dois ecrãs de controlo digitais: o Cockpit Digital no campo de visão do condutor, de série na versão R-Line, e o sistema de navegação Discover Media, de série em todas as versões. Este último é um dos mais recentes dispositivos de infotainment e possui uma unidade de conectividade online completa, com eSIM integrado. Também oferece uma vasta gama de novas funções e serviços We Connect e We Connect Plus. Além disso, o cenário digitalizado de visualização pode ser personalizado e adaptado aos gostos individuais do condutor. O prazer áudio é proporcionado pelo sistema de som de 12 canais "beats".

O novo T-Roc Cabrio é proposto com uma variada lista de equipamento, quer na Linha Style, quer na linha mais desportiva R-Line. O nível Style destaca faróis de nevoeiro, jantes em liga leve de 17 polegadas "Mayfield", volante multifunções em couro, espelhos retrovisores rebatíveis eletricamente, ACC (Adaptative Cruise Control), ParkPilot, sistema de navegação DiscoverMedia com Streaming e internet, We Connect Plus (um ano), ar Condicionado Climatronic e Wireless App Connect.

Por sua vez, a linha R-Line acresce à versão Style: Driver Assistance Package, Traffic Jam Assist/EmergencyAssist, faróis dianteiros em LED, Light Assist, ParkAssist com câmara traseira, jantes em liga leve de 18 polegadas "Sebring", Digital Cockpit e Kit R-Line. A oferta das cores da carroçaria é repartida entre oito tonalidades: Verde Cactus, Branco Pure, Prata Ivory, Vermelho Kings, Amarelo Kurkuma, Cinza Indium, Azul Ravenna e Preto Deep.

Para a fase de lançamento no mercado nacional, o T-Roc Cabrio está disponível com dois motores: o 1.0 TSI com 115 cv e o 1.5 TSI que debita 150 cv. Ambos são potentes, de funcionamento suave e altamente eficientes. A potência é transmitida às rodas dianteiras através de uma caixa manual de seis velocidades. O motor TSI mais potente pode ser acoplado a uma transmissão automática de dupla embraiagem DSG de sete velocidades.

A variante base do motor TSI é um três cilindros com 999 cm3, que pesa apenas 88 kg. O binário máximo de 200 Nm está disponível entre as 2000 e as 3500 rpm. Acelera o T-Roc Cabrio dos 0-100 km/h em 11,7 segundos, com uma velocidade máxima de 187 km/h. O consumo de combustível é de 6,3 l/100 km, o que corresponde a um nível de emissões de CO2 de 143 g/km.

Por sua vez, o motor de quatro cilindros com uma potência de 150 cv tem um binário máximo de 250 Nm entre as 1500 e as 3500 rpm. Isto permite que a aceleração dos 0-100 km/h deste crossover a céu aberto seja de 9,6 segundos, passando a atingir uma velocidade máxima de 205 km/h. No ciclo WTLP, o T-Roc Cabrio 1.5 TSI com caixa manual consome uma média de 6,4 litros de combustível aos 100 km (CO2 de 146 g/km). Um dos fatores que permite um nível de eficiência tão elevado é o sistema de desativação dos cilindros (ACT), que desliga temporariamente dois cilindros em caso de um estilo de condução constante.

A evolução e a ofensiva dos SUV na Volkswagen

Os modelos SUV da Volkswagen estabelecem uma referência obrigatória há muitos anos. A família vai desde os T-Cross, T-Roc e Tiguan até ao Touareg, Atlas e Teramont. O novo T-Roc Cabrio insere-se no segmento que mais cresce em todo o setor automóvel, o dos SUV compactos, e é produzido na fábrica de Osnabrück. Uma unidade fabril com uma longa tradição de produção de descapotáveis: afinal, foi aqui que as variantes descapotáveis do Beetle e do Golf saíram da linha de montagem.

Foi em 1949 que a Karmann começou a produzir o Beetle Cabrio em Osnabrück, complementado pelo Karmann Ghia Cabrio, de 1957 a 1974. Mais de 330.000 unidades do "Carocha" descapotável foram vendidas, e só em 1980 a produção foi descontinuada, altura em que a Volkswagen já tinha apresentado o Golf I Cabrio no ano anterior. Este último manteve-se em produção até 1993 e foi seguido pelo Golf III Cabrio (1993-1998), o Golf IV Cabrio (1998 – 2002) e o Golf VI Cabrio (2011 – 2016). Um total de mais de 770.000 Golf Cabrio foram produzidos ao longo de quatro gerações.

Todos os Golf Cabrio foram construídos em Osnabrück, enquanto os Eos com o seu tejadilho amovível de aço foram produzidos na Autoeuropa, em Palmela, de 2006 a 2015. Entre 2003 e 2010 o New Beetle Cabrio foi fabricado na fábrica mexicana em Puebla, seguido do Beetle Cabrio (2011 a 2019).

Notícias Por Etiquetas

A1A2Acidentealfa romeoAlfa Romeo GiuliaAlgarveAmaranteaston martinauctionaudiAudi A6Audi e-tronAudi q8Audi Rs6BarreiroBejabentleybikebikesBMWBMW 8 seriesBMW M3BMW m5BMW x7bmw z4bombeirosBragaBrasilBrazilBugattiCabrioCampeonato Nacional de Velocidadecar rentCarlos GhosnCarro elétricocarros usadosCascaisCastelo BrancochinaChryslercitroenclassic carclassicsCoimbraconvertiblecoronavirusCrash Testcrash testsCupradaciaDacia Dusterdieseldiesel scandaldrag raceelectricemissionsEspanhaEstacionamentoestradasEuropaeuropeevFaroFCAFerrariFiatFiat 500Fiat 500eFiat 500XFiat PandafordFord FiestaFord FocusFranceFrankfurt Motor ShowGeneva Motor ShowGermanyGNRGondomarGuimarãeshondahybridHyundaiitaliaItalyJaguarjeepJeep WranglerkiaLA Auto ShowLamborghiniLancialand roverLand Rover DefenderLand Rover DiscoveryLeirialexusLisboaLisbonLouléMadeiraMaiaMarco de CanavesesMatosinhosmazdaMazda CX-5Mazda MiataMcLarenmercedesmetrominiMini CooperMini CountrymanMitsubishiMorganMOTOCROSS E ENDUROmotorcyclemotorsportNew York Auto ShownissanNissan LeafNissan QashqaiopelOpel CorsaOpel MokkaPalmelaParedesPeugeotPeugeot 208Peugeot 508Peugeot 508 SWpolicePonte de LimaPorschePorsche 911Porsche CayenneportagensPortoPortugalProdução automóvelPSAPSPradaresRange RoverrecallrenaultRenault DusterRenault MeganeRenault Zoerent a carrestorationsafetysafety ratingsSafety testsSamsungSanta Maria da FeiraSantaremseatSeat CupraSeat LeonSeat TarracoSergio MarchionneSetubalSintraskodasmartspainspy shotssubarusupercarssuvsuzukitaxitechnologyteslaTesla Model 3Tokyo Motor ShowtoyotaToyota Hiluxtoyota supratrucktuninguberukUnited StatesUSAvendasVendas de carrosViana do CasteloVieira do MinhoVila Nova de FamalicãoVila Nova de GaiaVila RealVila VerdeViseuvolkswagenVolkswagen GolfvolvoVolvo XC40vwVW CaddyVW golfVW PoloVW T-Roc
Venda o Seu Carro