Novo Civic Type R é o mais potente de sempre, mas potência ainda é segredo

1 year, 9 months atrás - 24 Julho 2022, motor24
Honda Civic Type R 2023
Honda Civic Type R 2023
A Honda revelou a nova geração do Civic Type R, comemorando o 25º aniversário deste modelo de alta performance, mas mantém em segredo as especificações técnicas. A nova geração do Civic Type R será lançada no mercado no início de 2023 e terá apenas caixa manual de seis velocidades.

O primeiro Civic Type R foi lançado em 1997, tendo sido, desde então, um dos compactos de índole desportiva mais ambicionado por parte dos entusiastas. De acordo com a Honda, o novo Type R foi desenvolvido para ser o mais potente e mais dinâmico até à data, embebendo na sua criação a experiência obtida no mundo da competição.

Ao longo do seu desenvolvimento, o novo Civic Type R beneficiou de melhorias em praticamente todos os aspetos, desde a aerodinâmica ao chassis, passando pela adoção de componentes de baixo peso e revisões na motorização para ser o Type R mais responsivo de sempre.

O desenho foi criado de acordo com o princípio de ‘Ultimate Sports 2.0’, ou seja, o derradeiro desportivo, sendo alicerçado na mais recente geração do modelo nipónico, que na Europa apenas tem versão híbrida e:HEV. No entanto, o Type R é mais baixo e mais largo, graças às vias mais largas e às jantes de 19 polegadas de baixo peso com pneus Michelin Pilot Sport 4S.

Os engenheiros preocuparam-se em obter um design aerodinâmico no sentido mais puro, com detalhes mais ‘limpos’ do que na geração anterior, como nos para-choques, enquanto as portas traseiras e as cavas das rodas mais largas foram integradas e desenvolvidas exclusivamente para este modelo para melhorar a aerodinâmica.

A grande grelha do para-choques dianteiro maximiza o fluxo de ar para o motor e trabalha em conjunto com o novo capot que dispõe agora de uma saída de ar para melhorar o fluxo de ar na dianteira. Mantêm-se as grandes aberturas na carroçaria atrás das rodas dianteiras, enquanto um grande difusor traseiro foi agora integrado diretamente no fundo Civic, fazendo com que a aerodinâmica na parte inferior funcione melhor e ativamente em aliança com o aileron superior.Este novo spoiler superior tem um novo desenho e contribui para gerar ainda mais carga aerodinâmica, dispondo de ligeira inclinação para trás para reduzir a resistência ao ar. Ao contrário de gerações anteriores, os suportes da asa são agora em alumínio , estando a mesma mais baixa face à carroçaria e sendo mais larga para acentuar a sensação de largura na traseira.

O mistério da potência

De forma curiosa, a Honda não revelou os dados técnicos do seu novo Civic Type R, indicando apenas que é o mais rápido e recompensador em termos de condução em toda a história do modelo. Detalhando as mudanças efetuadas no motor de 2.0 litros, a marca explica que o turbo foi revisto para maior eficiência no seu funcionamento, com a turbina em si a ter o número de pás e o formato otimizado para melhorar a potência e a passagem do ar pelo turbo. Assim, garante a Honda, alcançou-se o motor VTEC sobrealimentado mais potente da história dos Type R, com a tração a fazer-se ao eixo dianteiro.

O sistema de escape foi igualmente revisto (mantendo as três saídas em posição central), trabalhando em conjunto com as demais medidas para tornar o Civic Type R num dos carros com melhor relação potência por litro na sua categoria. A Honda garante que trabalhou na sonoridade do escape para oferecer uma experiência de condução mais imersiva.

A caixa manual de seis velocidades será mantida para uma experiência mais purista, tendo a mesma sido otimizada no seu funcionamento, com um sistema ‘rev-match’ que permite manter as rotações elevadas nas passagens de caixa para evitar perdas de rendimento. A caixa de velocidades recebeu ainda uma alavanca de alta rigidez e melhoria na operação para manuseamento mais preciso.

Interior inspirado na competição

Tal como muitos dos elementos exteriores, o habitáculo do novo Type R inspira-se no universo da competição, com a marca a procurar manter igualmente níveis elevados de conforto e de funcionalidade. Para maior entrosamento com o automóvel, o condutor vai agora em posição mais baixa, mas com maior visibilidade para a frente através do capot mais baixo, ao passo que os ângulos mortos foram minimizados. Os bancos desportivos na dianteira com revestimento em Alcantara foram pensados para oferecer elevada apoio ao condutor e conforto em viagens mais longas.

O botão de modos de condução está presente, permitindo variar entre os modos ‘Comfort’, ‘Sport’, ‘+R’ e um novo modo configurável, o ‘Individual’ para que o condutor afine as suas preferências. O conjunto de telemetria Honda LogR também faz o seu regresso mas em configuração melhorada, registando diversos dados a partir dos vários sensores do automóvel para os transmitir para o smartphone a partir de uma aplicação, guardando tempos por volta, aceleração e instituindo agora uma funcionalidade de pontuação para o condutor em função da sua condução em pista.

Apoiamos a Ucrânia