Novo BMW M2 estreia-se com motor de 460 CV e estilo arrojado

1 year, 8 months atrás - 13 Outubro 2022, motor24
BMW M2 2023
BMW M2 2023
A BMW revelou o seu novo M2 oficialmente, mostrando um estilo mais evoluído (que também promete ser polarizador) e uma melhoria considerável nas performances graças ao motor de seis cilindros em linha de 460 CV de potência e chassis adaptado dos ‘irmãos’ M3 e M4.

O novo modelo compacto desportivo da linha M será lançado mundialmente em abril de 2023, com a sua produção a ter lugar na fábrica mexicana de San Luis Potosí.A marca bávara vinha a prometer o lançamento deste novo modelo desportivo ao longo dos últimos meses, procedendo a um extenso processo de desenvolvimento em pista e estrada aberta, prometendo uma experiência de condução incomparável no segmento dos compactos. Mantendo o formato de coupé de duas portas, o M2 exibe uma postura atlética e intensa que dá continuidade a uma história que se iniciou em 1973 com o lançamento do 2002 turbo.

Com 4580 mm de comprimento, o novo M2 é 214 mm mais curto do que o M4 Coupé e uma distância entre eixos mais curta em 110 mm (sendo de 2747 mm no M2). Porém, se se comparar com o Série 2 Coupé, o destaque deste M2 vai para o incremento da largura para 1887 mm e das vias, o que lhe permite melhorar o equilíbrio geral.

Esteticamente, o ponto que mais dissonância irá criar será a reinterpretação – mais uma – da icónica grelha dianteira de duplo rim, que agora dispensa molduras e conta com barras horizontais, enquanto a zona inferior é composta por aberturas quase retangulares, dando um visual agressivo, mas sempre com o foco na eficiência aerodinâmica e nas exigências de refrigeração do bloco de seis cilindros colocado na dianteira.

Visto de perfil, as superfícies mais limpas conjugam-se com as cavas das rodas musculadas e com as saias laterais mais salientes, enquanto a traseira oferece diversos retoques típicos de um automóvel M, como o spoiler discreto na tampa da bagageira, o difusor inferior e os dois pares de saídas de escape.

O novo M2 será disponibilizado com cinco opções de cores exteriores, incluindo duas tonalidades exclusivas, a azul ‘Zandvoort Blue’ e a vermelha ‘Toronto Red’. Um tejadilho em carbono reduz o peso geral em cerca de 6 kg, sendo oferecido como opção.Motor de seis cilindros com potência incrementada

O motor M TwinPower Turbo de seis cilindros em linha volta a ser aplicado num modelo desportivo, mantendo o seu carácter dinâmico. Dispondo apenas de ligeiras modificações face à unidade utilizada nos M3 e M4, este motor 3.0 de seis cilindros debita 460 CV de potência, ou seja, mais 90 CV do que a anterior versão. O binário máximo é agora de 550 Nm entre as 2650 e as 5870 rpm. A marca adianta que as prestações vão ser acompanhadas por uma ‘banda sonora’ condizente graças ao sistema de escape específico M com borboleta controlada eletronicamente para fazer variar a sonoridade de acordo com o modo de condução.

Entre as características de destaque deste M2 está o novo sistema de óleo que foi desenhado para enfrentar condições de condução mais extrema, sobretudo para utilização em pista, recorrendo a ensinamentos obtidos nos modelos de competição para manter a lubrificação do motor otimizada devido às variações impostas pelas forças laterais em curva. Também o sistema de refrigeração foi otimizado para o M2.

O motor pode ser associado a duas caixas de velocidades, com a transmissão M Steptronic de oito velocidades com Drivelogic a ser oferecida de série, embora o cliente possa também selecionar uma caixa manual de seis velocidades opcionalmente. Esta caixa manual, proposta para todos os clientes que desejem uma experiência mais direta e purista, conta com tecnologia ‘Gear Shift Assistant’, que ajuda na manutenção das rotações e adequa a velocidade do motor para passagens de caixa mais simples. Esta função pode ser desativada pelo condutor.

A caixa automática foi evoluída para oferecer ainda mais emoção à condução, com passagens mais rápidas entre relações e a possibilidade de efetuar múltiplas reduções de uma só vez. Pode ser controlada a partir de patilhas atrás do volante. A função Drivelogic permite alterar o funcionamento da caixa de acordo com três parâmetros.Quanto a prestações, o M2 acelera dos zero aos 100 km/h em 4,1 segundos quando equipado com caixa M Steptronic de oito velocidades e em 4,3 segundos com a caixa manual – ganha-se em entrosamento, perde-se em eficácia. A marca dos 200 km/h é ‘pisada’ em 13,5 segundos (automático) ou em 14,3 segundos (manual), tendo ambos velocidade máxima limitada a 250 km/h. Ao selecionar o pacote opcional M Driver’s Package, a velocidade máxima é incrementada para 285 km/h.

Tração traseira e muita tecnologia a ajudar

Para manter a dinâmica como um dos pontos essenciais do novo M2, a BMW manteve a tração traseira de série, com muitos elementos eletrónicos de assistência ajustados para permitir uma condução desportiva e eficaz. A função M Traction Control de série permite ao condutor explorar os limites do M2, estabelecendo limites de intervenção para o deslizamento das rodas em até dez patamares.

Além disso, o diferencial ativo Active M Differential foi afinado para melhorar o dinamismo e a entrega da potência, sendo oferecido de série. Otimiza a tração em superfícies com diferentes níveis de aderência entre as rodas traseiras esquerda e direita, podendo mesmo bloquear a entrega da potência a 100% num dos lados.

O chassis compacto com distância entre eixos curta e uma distribuição de peso quase nos 50/50 permite à marca anunciar um equilíbrio e estabilidade a toda a prova, com “comportamento controlado pela ponta dos dedos”. O dinamismo do modelo ganhou também com a melhoria da rigidez torsional e estrutural graças a novos elementos de reforço. Ao nível da suspensão, tanto a dianteira com duplo pivot, como a traseira de cinco braços, foram desenvolvidas pela divisão M, havendo ainda de série o amortecimento adaptativo providenciado pela BMW.A direção M Servotronic com assistência variável, controlo de estabilidade com modo M Dynamic e os travões M Compound de materiais compósitos complementam o lote de elementos de chassis pensados para uma máxima desportividade. De série, o M2 surge com jantes de 19 polegadas no eixo dianteiro e de 20 polegadas no traseiro. Os pneus podem ser de pista, caso o comprador assim deseje.

Interior com elementos desportivos

O habitáculo segue os mesmos preceitos do exterior e conta com diversos elementos claramente focados no espírito desportivo, como o painel de instrumentos personalizável BMW Curved Display com luzes de indicação de mudança incluídas num ecrã de 12.3 polegadas. Diversos ‘widgets’ específicos estão disponíveis no ecrã do sistema de infoentretenimento BMW iDrive com sistema operativo de oitava geração. Este ecrã de 14.9 polegadas permite aceder a diversas funcionalidades do veículo, com personalização avançada e cartão pessoal eSIM também suportado.

A integração com as aplicações de smartphone Android Auto e Apple CarPlay estão também garantidas. O condutor pode ainda recorrer a comandos por voz para diversos elementos. Opcionalmente, a BMW pode incorporar também um sistema ‘head-up display’ projetado no para-brisas com grafismo específico M.

Os ocupantes dos bancos dianteiros contam com bancos desportivos revestidos em combinação Sensatec/Alcantara de série, havendo opcionalmente bacquets integrais com revestimentos perfurados em couro Vernasca/Sensatec. Outra opção ainda, esta mais focada para pista, permite a inclusão de bancos M Carbon de estilo baquet de competição, compostos em plástico reforçado com fibra de carbono (CFRP) nos elementos estruturais, reduzindo o peso total em 10,8 kg. 

Percorra a galeria de imagens acima clicando sobre as setas.

Apoiamos a Ucrânia