Estrada entre Vale do Lobo e Almancil abre ao trânsito «até ao final de Junho»

25 Junho 2018 - sulinformacao

Estrada entre Vale do Lobo e Almancil abre ao trânsito «até ao final de Junho»

Um troço, entre o restaurante Floresta e a rotunda de Vale do Lobo, da estrada que liga Vale do Lobo a Almancil, que está em obras, vai abrir ao trânsito «até ao final de Junho» para não prejudicar os restaurantes lá existentes.

A previsão foi avançada ao Sul Informação por Vítor Aleixo, presidente da Câmara de Loulé. Apesar de as obras não ficarem «totalmente concluídas», a estrada vai «estar transitável de maneira a que pessoas possam circular com normalidade», referiu o autarca ao nosso jornal. No atual cruzamento do restaurante Floresta, vai nascer uma rotunda.

Quando a obra foi lançada, confessou o edil, houve algumas «queixas da parte da restauração» por medo que a empreitada afetasse a normal atividade de Verão, mas, como o calendário «está a ser seguido», a obra «não vai prejudicar as pessoas», considerou. Aliás, o facto de a estrada passar a ficar já transitável, apesar de a obra não estar concluída, tem por objetivo não afetar os restaurantes que se situam ao longo daquele troço.

Mesmo durante as obras, que passaram pela substituição de infraestruturas enterradas, alargamento da via e sua repavimentação, o troço em obras esteve aberto, embora com condicionamentos, apenas para acesso aos restaurantes. Atualmente, como se pode ver na imagem, as obras de repavimentação já estão prontas em grande parte e o acesso, que continua condicionado, já se faz com mais facilidade.

Esta empreitada é parte da obra geral de requalificação da via existente, entre a Estrada Municipal (EM) 527-2 (estrada Almancil-Quarteira) e a VNC 522 (estrada Vale do Lobo-Quinta do Lago), com cerca de 2200 metros de extensão, na qual serão construídas três rotundas.

A restante obra ainda não arrancou. Segundo Vítor Aleixo, «estamos em processo de expropriação de duas parcelas que faltam para avançar».

«Contamos que, em Setembro, no limite Outubro, se possa começar essa obra», concluiu o presidente da Câmara de Loulé. Ou seja, só depois do Verão haverá mais trabalhos na estrada.

A obra inclui, a nível de infraestruturas enterradas, a execução da rede de esgotos pluviais, ampliação das redes de abastecimento de água e de esgotos domésticos, rede de telecomunicações, redes de iluminação pública e baixa tensão.

O valor estimado da totalidade obra é de cerca de 2,1 milhões de euros.

 

Venda o Seu Carro