Dois anos após a estreia. BMW iX3 ganha renovação estética e de equipamento

12 meses atrás - 16 Agosto 2021, turbo
Dois anos após a estreia. BMW iX3 ganha renovação estética e de equipamento
Apesar de terem passado apenas dois anos desde o seu lançamento, o elétrico BMW iX3 acaba de conhecer o seu primeiro restyling.

Evolução centrada na estética, que, na Europa, terá o seu primeiro contacto com os clientes, no próximo Salão Internacional do Automóvel (IAA), já em setembro, em Munique.

Inspirado no recente facelift operado nas versões X3 a gasolina e Diesel, o BMW iX3 ganha, assim e desde logo, uma ligeira atualização estética. De resto, já anunciada no passado mês de maio, quando o ministro chinês da Indústria e Tecnologia de Informação, decidiu publicar, no site do ministério, a primeira imagem do modelo renovado.

Entretanto e passados cerca de três meses sobre esse momento, eis que a BMW mostra, ela própria, o novo iX3, cuja principal novidade surge na frente, com a adopção de uma grelha (fechada) um pouco maior.

A par desta, a estreia de novas ópticas dianteiras, mais esguias – com menos cerca de 10 mm em altura, diz a BMW… -, além de com tecnologia matrix LED adaptativa, proposta de série. Ou, então, com tecnologia laser, disponibilizada opcionalmente.

Igualmente novidade, por passar a estar presente de série, o pacote M Sport, e que no iX3 é sinónimo, desde logo, de jantes em liga leve de 19″. Ou, opcionalmente, de 20″ e com um novo design, mais aerodinâmico.

Finalmente, na traseira, farolins de design refrescado e tecnologia LED, com o SUV elétrico alemão a ostentar, ainda, uma menor distância ao solo (-74 mm), a par de uma distribuição de pesos 43:57.

Passando ao habitáculo, a introdução de um painel de instrumentos de 12,3″ totalmente digital, a par de um sistema de infotainment, com ecrã táctil, revisto e com as mesmas dimensões. Alterações, ainda, na consola central e envolvendo a manche da caixa de velocidades, além de outros comandos, assim como uma nova opção de revestimento perfurado, disponível com os bancos de concepção mais desportiva.

Trem de força sem alterações
Intocada, permanece, pelo contrário, a componente técnica e, nomeadamente, a opção por um só motor elétrico, montado no eixo traseiro, a oferecer 285 cv de potência e 400 Nm de binário. Valores suficientes para garantir uma aceleração dos 0 aos 100 km/h em 6,8 segundos, assim como uma velocidade máxima electronicamente limitada a 180 km/h.

A apoiar o motor, o mesmo pack de baterias de 80 kWh, capaz não só de garantir uma autonomia de 460 km/h WLTP, como também recarregar energia suficiente para mais 100 quilómetros, em 10 minutos. Isto, claro está, caso tenha à mão um posto de carga rápido, com uma potência máxima de 150 kW.

Em setembro no IAA
Oficialmente desvendado, o renovado BMW iX3 terá o seu primeiro contacto in loco com o público, durante o próximo Salão Internacional do Automóvel (IAA) de Munique, em setembro. A mesma altura, de resto, em que está previsto a sua entrada em produção na fábrica de Shenyang, na China, de onde sairão as unidades, quer para o mercado local, quer para exportação.

Support Ukraine