Chega no final do ano. Nissan X-Trail adere à eletrificação sem perder os 7 lugares

4 meses, 3 semanas atrás - 8 Setembro 2022, turbo
Chega no final do ano. Nissan X-Trail adere à eletrificação sem perder os 7 lugares
Depois do novo e fundamental Qasqhai, a Nissan acaba de apresentar, de forma oficial, a nova geração do seu SUV maior, o X-Trail.

Proposta que, tanto em termos estéticos, como na motorização eletrificada, acaba seguindo as pisadas do irmão menor, embora com argumento acrescido dos sete lugares. Em Portugal lá mais para o final do ano.

Realizada exclusivamente online, a apresentação oficial daquela que é a quarta geração do conhecido X-Trail, veio confirmar o já aguardado salto evolutivo, daquele que continuará sendo o único modelo de sete lugares na oferta da Nissan. E que, como também fez questão de salientar o fabricante, manter-se-á como a única proposta do género para sete passageiros no seu segmento.

Sobre o modelo propriamente dito, marcado, desde logo, por linguagem de design muito semelhante à do novo Qashqai e que o dota de imagem sólida, assim como mais marcante, destaque, desde logo, para a “conversão” deste SUV de dimensões maiores, numa proposta híbrida. Nomeadamente, através da adopção do mesmo trem de força e-Power já presente no irmão best-seller do construtor japonês (o Qashqai, obviamente…) e que lhe permite funcionar quase como se de um verdadeiro veículo elétrico (EV) se tratasse.

Resumidamente, trata-se de um sistema de propulsão que tem na base um três cilindros 1.5 litros a gasolina de compressão variável, que, funcionando num regime estacionário, serve única e exclusivamente para produzir energia para carregar uma bateria de 1,8 kW. Não interferindo, por isso, no movimento das rodas.

Para tal, tanto podem existir um, como dois motores elétricos (versão AWD), neste último caso, montados em ambos os eixos. E que, recorrendo sempre à energia armazenada na bateria, não apenas asseguram uma potência máxima anunciada na ordem dos 204 cv (214 cv, a versão de dois motores), como um binário total e imediato de 330 Nm. Dispensando, ainda e graças à sua forma de funcionamento, a presença de uma caixa de velocidades tradicional.

Em termos de prestações, o anúncio de uma capacidade de aceleração dos 0 aos 100 km/h em 8 segundos e de uma velocidade máxima de 170 km/h, sendo que, no caso da versão de dois motores, sinónimo da tecnologia e-4ORCE, a aceleração cai para os 7,2 segundos, enquanto a velocidade máxima sobe 10 km/h, para os 180 km/h.

Melhor acesso, mais espaço e tecnologia
Passando ao habitáculo, as vantagens decorrentes, desde logo, da capacidade de abertura das portas traseiras em quase 90°, garantindo, assim, um melhor acesso a um habitáculo. Que, também atrás, beneficia do facto de não possuir qualquer túnel de transmissão para oferecer mais espaço na segunda fila, também para as pernas.

Já na terceira e última fila, composta por apenas dois bancos, a promessa passa por conseguir acomodar ocupantes até 1,60 metros, mantendo, ainda assim, espaço para transportar alguns sacos…

Já nos lugares dianteiros, garantias de conforto e funcionalidade, desde logo, para o condutor, para o qual está guardado um painel de instrumentos 100% digital de 12,3 polegadas, totalmente configurável, assim como a possibilidade de dispor de um head-up display de 10,8″, com projecção no pára-brisas.

Já ao centro do tablier, um ecrã táctil de 12,3 polegadas, parte de um sistema de infoentretenimento capaz de funcionar através de comandos por voz e com compatibilização, tanto através de Android Auto, como de Apple CarPlay. Sendo que, não falta, igualmente, um posto de carregamento wireless para o smartphone.

De resto e ainda no domínio da tecnologia, embora mais vocacionada para a condução, a disponibilização da mais recente evolução do ProPilot, solução que permite conduzir praticamente sem recorrer ao travão, acrescida da travagem autónoma de emergência, assim como de um sistema de modos de condução, para adaptação às mais variadas condições do piso.

Em Portugal no final do ano
Quanto à chegada aos concessionários, a Nissan promete, desde já, que o novo X-Trail desembarcará na Europa já no próximo outono. Sendo que, no caso de Portugal, a TURBO apurou já que a chegada das primeiras unidades só deverá acontecer lá mais para o final do ano.

Confirmada que nos foi, igualmente, a intenção da Nissan Portugal ter, no mercado nacional, tanto a versão 4×2, como o 4×4, o mais certo é que, seja também por volta dessa altura, que serão tornados públicos os preços…

Support Ukraine