Toyota faz ‘recall’ de 3,2 milhões de viaturas

22 Janeiro 2020 - turbo

Toyota faz ‘recall’ de 3,2 milhões de viaturas

Problemas com o mecanismo de activação dos airbags, fizeram com que milhões de viaturas fossem chamados de volta à Toyota.

Uma das desvantagens do ‘boom’ electrónico da indústria automóvel, é que o mais pequeno ‘glitch’, pode originar sérias dores de cabeça. E neste caso especifico, até outro tipo de dores…

Uma falha no software do sistema de airbags, utilizado por vários modelos da Toyota, fazia com que estes não se abrissem no momento de um impacto. Esta unidade electrónica também revelou a sua ineficácia na gestão dos cintos de segurança, ao nível da sua tensão, em caso de acidente.

Toyota não foi a única afectada

A Automotive News Europe avança que dos 3,4 milhões de veículos, chamados à fábrica neste ‘recall’, pelo menos 2,9 milhões são provenientes dos Estados Unidos. Este defeito afectou vários modelos registados entre os anos de 2011 e 2019.

Em Abril, um estudo da Administração de Segurança Rodoviária dos Estados Unidos (NHTSA), já havia monitorizado esta unidade electrónica, em 12,3 milhões de viaturas.

O estudo concluiu, que outras marcas como a Fiat, Chrysler, Honda, Hyundai, Kia ou Mitsubishi, também tinham experenciado os mesmos problemas. Muitos modelos destas marcas partilham com a Toyota, o mesmo sistema electrónico, que activa os airbags.

De acordo com NHTSA, a unidade de controlo dos airbags produzidos pela TRW Automotive Holdings (actual ZF Friedrichshafen), apresentou falhas ao nível da electrónica, e que podem ter sido fatais, em pelo menos 8 ocasiões.

Notícias Por Etiquetas

A1A2Acidentealfa romeoAlfa Romeo GiuliaAlgarveAmaranteaston martinauctionaudiAudi A6Audi e-tronAudi q8Audi Rs6BarreiroBejabentleybikebikesBMWBMW 4 SeriesBMW 8 seriesBMW M3BMW m5BMW x7bmw z4bombeirosBragaBrasilBrazilBugattiCabrioCampeonato Nacional de Velocidadecar rentCarlos GhosnCarro elétricocarros usadosCascaisCastelo BrancochinaChryslercitroenclassic carclassicsCoimbraconvertiblecoronavirusCrash Testcrash testsCristiano RonaldoCupradaciaDacia Dusterdieseldiesel scandaldrag raceelectricemissionsEspanhaEstacionamentoestradasEuropaeuropeevFaroFCAFerrariFiatFiat 500Fiat 500eFiat 500XFiat PandafordFord FiestaFord Focusformula 1FranceFrankfurt Motor ShowGeneva Motor ShowGermanyGNRGondomarGuimarãeshondahybridHyundaiitaliaItalyJaguarjeepJeep WranglerkiaLA Auto ShowLamborghiniLancialand roverLand Rover DefenderLand Rover DiscoveryLeirialexusLisboaLisbonLouléMadeiraMaiaMarco de CanavesesMatosinhosmatrículasmazdaMazda CX-5Mazda MiataMcLarenMercado automóvelmercedesmetrominiMini CooperMini CountrymanMitsubishiMorganMOTOCROSS E ENDUROmotorcyclemotorsportNew York Auto ShownissanNissan LeafNissan QashqaiOlhãoopelOpel CorsaOpel MokkaPalmelaParedesPeugeotPeugeot 208Peugeot 508Peugeot 508 SWpolicePonte de LimaPorschePorsche 911Porsche CayennePorsche TaycanportagensPortoPortugalProdução automóvelPSAPSPradaresRalicrossRange RoverrecallrenaultRenault DusterRenault MeganeRenault Zoerent a carrestorationsafetysafety ratingsSafety testsSamsungSanta Maria da FeiraSantaremseatSeat CupraSeat LeonSeat TarracoSergio MarchionneSetubalSintraskodasmartspainspy shotssubarusupercarssuvsuzukitaxitechnologyteslaTesla Model 3Tokyo Motor ShowtoyotaToyota Hiluxtoyota supratrucktuninguberukUnited StatesUSAvendasVendas de carrosViana do CasteloVieira do MinhoVila Nova de FamalicãoVila Nova de GaiaVila RealVila VerdeViseuvolkswagenVolkswagen GolfvolvoVolvo XC40vwVW CaddyVW golfVW PoloVW T-Roc
Venda o Seu Carro