Sem perder o Diesel e com PHEV. Mercedes apresenta o novo GLC Coupé

1 year, 4 months atrás - 15 Março 2023, turbo
Sem perder o Diesel e com PHEV. Mercedes apresenta o novo GLC Coupé
A Mercedes acaba de apresentar a nova geração do seu SUV Coupé para o segmento médio, o GLC Coupé, o qual, além de algumas alterações estilísticas, traz, também e principalmente, uma nova oferta de motorizações híbridas plug-in (PHEV), com autonomias elétricas a rondar os 120 quilómetros. Nos concessionários já na segunda metade de 2023.

Depois da apresentação, no final de 2022, daquela que é a  versão mais convencional, eis que a Mercedes engrossa a oferta na gama GLC, com o desvendar da variante mais desportiva e insinuante, o Coupé. Que, nesta nova geração, passa a exibir, desde logo e a começar no exterior, aquela que é a mais recente linguagem de design que marca a família Classe C.

Assim e a fazer a sua estreia também neste modelo, ópticas LED de desenho mais afilado e que se encontram com a grelha dianteira, um capot de nervuras salientes, cavas das rodas mais generosas, além de linhas mais proeminentes nos flancos. Sendo que e tal como já acontece no modelo atualmente em comercialização, pilares traseiros na perpendicular a proporcionarem um perfil mais dinâmico, integram igualmente um portão estilo liftback e com uma curvatura mais definida, também como forma de aumentar o downforce.

Ainda na traseira, novos farolins de tecnologia LED e, especificamente no caso da versão AMG Line, uma saia cromada com difusor integrado, do qual fazem ainda parte duas generosas saídas de escape.

Maior, melhor e com ainda mais qualidade
Com um comprimento de 4,763 metros, 1,890 m de largura e 1,699 m de altura, este novo GLC consegue ser mais comprido e mais alto (tem, no entanto, a mesma largura…) que o modelo original, além de oferecer 15 mm a mais na distância entre eixos – 2,888 m. O que também lhe permite anunciar não apenas melhor habitabilidade, como também mais 45 litros capacidade de carga – 545 l no caso das versões a gasolina, 390 l nos híbridos plug-in (PHEV).

Já com as costas dos bancos traseiros rebatidas, os valores podem chegar, no caso do gasolina e Diesel, aos 1.490 l, enquanto os PHEV, aos 1335 litros, o que significa, em ambos os casos, bem menos que o oferecido pela variante mais convencional, com 600 litros de base, ou 1.680 l com as costas dos bancos de trás deitados.

Ainda no habitáculo, um ambiente renovado à imagem do já revelado pelo GLC, ou seja, com um tablier redesenhado com painel de instrumentos digital de 12,3″ e ecrã central de 11,9″, além de um volante redesenhado, novas saídas de ar e novos materiais, de ainda melhor qualidade. Sendo que, entre os opcionais, está, por exemplo, um novo head-up display, um tecto panorâmico em vidro e um sistema de som Surround Burmester de 710W e com 15 altifalantes.

Motores Mild Hybrid… e PHEV
Entrando no capítulo das motorizações, uma oferta que passa por dois blocos a gasolina e dois a diesel, todos eles Mild Hybrid graças à inclusão de um sistema elétrico de 48V e a ganharem, dessa forma, um acréscimo de 200 Nm no binário, além de mais três híbridos plug-in, tanto de base gasolina, como Diesel.

Assim e começando pelos motores a gasolina, uma motorização 200 com 204 cv e uma 300 a debitar 259 cv de potência, ao passo que, a gasóleo, um 220d de 197 cv e um 300d de 270 cv.

Tanto estas motorizações, como os PHEV, surgirão conjugados, de série, tanto com caixa automática de dupla embraiagem e nove velocidades, como com tracção integral 4Matic.

Falando dos PHEV, uma oferta composta por três opções e que começa num 300e e num 400e, ambos de base gasolina e a prometerem potências na ordem dos 312 e 380 cv, respectivamente. Enquanto, com bloco de combustão a gasóleo, surge a motorização 300de, com 334 cv de potência.

Ainda no caso dos plug-in, destaque para a presença de uma bateria de 31,2 kWh, a permitir autonomias em modo exclusivamente elétrico que variam entre os 120 e os 130 km, as versões de base gasolina, e entre os 112 e os 130 km, o Diesel.

Entretanto e segundo também revela a Mercedes, na calha estão, igualmente, duas versões mais desportivas, um GLC 43 4Matic e GLC 63 4Matic+, ambos preparados pela AMG, e com potências até 680 cv.

Com Airmatic e pacote Off-Road também disponível
Ainda no capítulo técnico, destaque para a possibilidade de inclusão, nos Mild Hybrid, da suspensão a ar Airmatic com controlo de amortecimento variável, e que é de série nos PHEV, sendo que, disponível está também um novo sistema de rodas traseiras direccionais, capaz de garantir inclinações de roda até 4,5 graus.

Igualmente como parte da lista de opcionais, surge um pacote Off-Road, do qual faz parte um modo de condução off-road especificamente criado para esses momentos, uma função de ajuste da velocidade em declives e um sistema de câmaras de 360° e que oferece, inclusivamente, o chamado “capot transparente”. Assim chamado devido à possibilidade de exibição no ecrã de uma imagem virtual da frente do carro, com o ângulo em que se encontram as próprias rodas dianteiras.

Para a segunda metade de 2023
Para já sem preços, o novo Mercedes-Benz GLC Coupé deverá chegar aos concessionários na segunda metade de 2023.

Apoiamos a Ucrânia