Galp e Northvolt preveem investir 700 milhões em fábrica de conversão de lítio em Portugal

18 Dezembro 2021 - multinews

Galp e Northvolt preveem investir 700 milhões em fábrica de conversão de lítio em Portugal

A Galp e a sueca Northvolt preveem investir 700 milhões de euros e criar 1.500 empregos diretos e indiretos na fábrica de conversão de lítio que vão desenvolver em parceria em Portugal, foi hoje anunciado.

“A decisão final de investimento ainda não ocorreu, mas a JV [‘joint venture’] prevê que as operações se iniciem até ao final de 2025 e que as operações comerciais tenham início em 2026”, referem as empresas num comunicado conjunto enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

Segundo avançam, “com base em projetos semelhantes, a instalação [que produzirá hidróxido de lítio para baterias de veículos elétricos] poderá representar um investimento estimado de cerca de 700 milhões de euros e criar 1.500 empregos diretos e indiretos”.

Denominada Aurora e com uma participação de 50/50 da Galp e da Northvolt, a ‘joint venture’ está atualmente “a realizar estudos técnicos e económicos e a analisar várias localizações possíveis para a unidade” em Portugal.

Está também “a explorar as opções adequadas de financiamento no âmbito da transição energética, de modo a reforçar o desenvolvimento do projeto”, que consiste no “desenvolvimento de uma cadeia de valor integrada de baterias de lítio alinhada com as metas portuguesas e europeias”.

O objetivo é criar a “maior e mais sustentável fábrica de conversão de lítio da Europa, […] com uma capacidade de produção anual inicial de até 35.000 toneladas de hidróxido de lítio para baterias – um material crítico na indústria de fabrico de baterias de ião lítio, que se espera que cresça mais de 10 vezes até ao final da década”, lê-se no comunicado.

A unidade será capaz de produzir hidróxido de lítio suficiente para a produção de 50 GWh (Gigawatt/hora) de baterias por ano, o suficiente para 700.000 veículos elétricos.

Ao abrigo do acordo, a NorthVolt garantirá um consumo de até 50% da capacidade da unidade para utilização no seu próprio fabrico de baterias.

Durante a apresentação pública do projeto, que decorre hoje em Lisboa, o presidente executivo (CEO) da Galp, Andy Brown, considerou tratar-se de um “momento significativo” para a empresa e para o país.

“É um momento significativo para a Galp e para o país, o lançamento de uma iniciativa na cadeia de valor das baterias, que está a crescer exponencialmente”, afirmou.

Este responsável disse ainda que a petrolífera quer contribuir para a “geração de valor”, destacando que grande parte do capital da Galp é gasto em energia renováveis não poluentes.

Numa nota divulgada a propósito deste investimento, o Ministério Ambiente e da Ação Climática destaca que a sueca Northvolt prevê chegar a 2030 com uma capacidade de produção anual de 150 GWh na Europa, com uma fábrica na Suécia e duas outras em estudo.

De acordo com o comunicado enviado pelas duas empresas à CMVM, a unidade fabril a desenvolver “utilizará um processo de conversão comprovado, aproveitando as recentes melhorias de processos e tecnologias para aumentar a sustentabilidade e eficiência”.

Além disso, a ‘joint venture’ ambiciona utilizar energia verde no processo de conversão, minimizando assim, ou até evitando, a dependência do gás natural como acontece na abordagem convencional”, acrescenta.

“Espera-se que o historial comprovado da Galp e da Northvolt, assim com a sua experiência complementar e os conhecimentos especializados, saiam reforçados com o estabelecimento de parcerias chave ao longo da cadeia de valor, nomeadamente na garantia do fornecimento de concentrado de espodumena de elevada qualidade a partir de fornecedores chave”, sustentam as empresas.

A Galp e a Northvolt afirmam-se ainda comprometidas “com a aplicação dos mais elevados padrões de sustentabilidade, nomeadamente na extração e concentração de espodumena, no processamento de hidróxido de lítio, bem como em todos os processos relacionados”.

Os parceiros estão confiantes de que a Península Ibérica possui recursos que podem ser extraídos com uma baixa pegada de emissão de gases de efeito de estufa, utilizando os mais elevados padrões de proteção do ambiente e dos direitos humanos, em conformidade com as melhores práticas da indústria e políticas ambientais, assegurando assim um valor sustentável a longo prazo para todas as partes interessadas”, afirmam.

Segundo a Galp, a sua participação nesta parceria insere-se na “estratégia da empresa de desenvolver novos negócios alinhados com a transição energética, tirando partido das suas competências industriais e da sua presença regional como uma empresa integrada de energia, e um dos maiores produtores de energia solar na Península Ibérica”.

Citado no comunicado, o cofundador e diretor de operações (COO, do inglês ‘Chief Operating Officer’) da Northvolt defende que “o desenvolvimento de uma indústria europeia de fabrico de baterias proporciona uma tremenda oportunidade económica e social para a região”.

“O alargamento da nova cadeia de valor europeia a montante para incluir as matérias-primas é de importância crítica. Esta ‘joint venture’ representa um grande investimento nesta área e posicionará a Europa não só com um caminho para o fornecimento doméstico de materiais chave necessários no fabrico de baterias, mas também com a oportunidade de estabelecer um novo padrão de sustentabilidade no aprovisionamento de matérias-primas”, afirma Paolo Cerruti.

Também citado no comunicado, o CEO da Galp considera que “esta é uma oportunidade única para reposicionar a Europa como líder numa indústria que será vital para reduzir as emissões globais de CO2 [dióxido de carbono], de acordo com as prioridades europeias e portuguesas em matéria de alterações climáticas”.

“Para sermos bem-sucedidos neste compromisso, devemos todos trabalhar em conjunto, indústria e decisores, com um sentido de urgência, porque se não reivindicarmos este papel hoje, outros o farão”, conclui Andy Brown.

Em novembro, o presidente executivo da Galp tinha dito à Lusa estar para breve o anúncio sobre a composição de um consórcio para a indústria do lítio, cujo projeto já tinha sido submetido no quadro do Programa de Recuperação e Resiliência (PRR), tendo então referido que a parceria será “o mais viável e potente em termos de combinação de empresas para tornar isto uma realidade”.

Notícias Por Etiquetas

A1A2ACAPAcidentealfa romeoAlfa Romeo GiuliaAlgarveAljustrelAmaranteappleArcos de ValdevezAssociação Automóvel de Portugalaston martinauctionaudiAudi A3Audi A4Audi A6Audi e-tronAudi q8Audi R8Audi Rs4Audi Rs6Autódromo Internacional do AlgarveBarcelosBarreiroBejabentleybikebikesBMWBMW 1 SeriesBMW 2 SeriesBMW 4 SeriesBMW 8 seriesBMW M3BMW M4BMW m5BMW X3BMW X5BMW x7bmw z4bombeirosBragaBrasilBrazilBrexitBugattibuying guideCabrioCaminhaCampeonato de Portugal de KartingCampeonato de Portugal de RalicrossCampeonato Nacional de Velocidadecar buying guidecar rentCarlos GhosnCarro elétricocarros usadosCarta de conduçãoCascaisCastelo BrancochevroletchinaChryslercitroenclassicclassic carclassicsCoimbraconvertiblecoronavirusCrash Testcrash testsCristiano RonaldoCupraCupra Formentorcustom cardaciaDacia DusterDacia Sanderodieseldiesel scandaldieselgatedrag raceDucatielectricEMELemissionsEspanhaEspinhoEstacionamentoestradasEUEuropaeuropeevFafeFaroFCAFederação de Motociclismo de PortugalFerrariFiatFiat 500Fiat 500eFiat 500XFiat PandafordFord FiestaFord Focusformula 1FranceFrankfurt Motor ShowGenesisGeneva Motor ShowGermanyGNRGondomarGoogleGovernoGuardaGuimarãeshistoryhondaHonda CivichybridHyundaiHyundai i20Hyundai Santa FeHyundai TucsonISVitaliaItalyJaguarjeepJeep CompassJeep GladiatorJeep WranglerkiaLA Auto ShowLamborghiniLancialand roverLand Rover DefenderLand Rover DiscoveryLeirialexusLisboaLisbonLotusLouléMaçãoMadeiraMaiaMarco de CanavesesMaseratiMatosinhosmatrículasmazdaMazda CX-5Mazda MiataMcLarenMercado automóvelmercedesMercedes A-classMercedes S-ClassmetroMGminiMini CooperMini CountrymanMini John Cooper WorksMitsubishiMitsubishi OutlanderMontalegreMorganMOTOCROSS E ENDUROmotorcyclemotorsportNew York Auto ShownissanNissan LeafNissan QashqaiOdemiraoffroadOlhãoOliveira de AzeméisopelOpel AstraOpel CorsaOpel MokkaOvarPalmelaparcómetrosParedesPenafielPeugeotPeugeot 208Peugeot 308Peugeot 5008Peugeot 508Peugeot 508 SWpickuppolicePonta DelgadaPonte de LimaPorschePorsche 911Porsche CayennePorsche MacanPorsche PanameraPorsche TaycanPorsche Taycan Cross TurismoportagensPortimãoPortoPortugalpreçosProdução automóvelPSAPSPradaresRalicrossRamRange RoverRange Rover EvoquerecallrenaultRenault CapturRenault DusterRenault MeganeRenault Zoerent a carreplicarestorationRolls-Roycesafetysafety ratingsSafety testsSamsungSanta Maria da FeiraSantaremSanto TirsoSão João da MadeiraSão MiguelseatSeat CupraSeat LeonSeat TarracoSergio MarchionneSetubalSintraskodasmartSmart ForTwospainspy shotsStellantissubarusupercarssuvsuzukiSuzuki JimnytaxitechnologyteslaTesla Model 3Tokyo Motor ShowtoyotaToyota AygoToyota CorollaToyota HiluxToyota Land Cruisertoyota supraToyota YarisTroféu BetatrucktuninguberukUnited StatesUSAused car buying guideValençaValongovendasVendas de carrosViana do CasteloVieira do MinhoVila do CondeVila Nova de FamalicãoVila Nova de GaiaVila RealVila VerdeViseuvolkswagenVolkswagen GolfVolkswagen ID.4Volkswagen T-RocvolvoVolvo XC40vwVW CaddyVW golfVW PoloVW T-RocYamaha