Classe V e EQV. Mercedes-Benz renova as suas berlinas XXL

11 months, 3 weeks atrás - 30 Julho 2023, turbo
Classe V e EQV. Mercedes-Benz renova as suas berlinas XXL
A Mercedes-Benz renovou as suas berlinas XXL, conforme designa os modelos Classe V e EQV, que passam a oferecer um maior nível de sofisticação, luxo, conforto e tecnologia. A chegada ao mercado está prevista para o primeiro semestre de 2024.

Alguns dos mais recentes modelos da Mercedes-Benz, designadamente o Classe S, o Classe C e também da família EQ, serviram de mote para a renovação do Classe V, EQV e Classe V Marco Polo. Se aqueles modelos já estavam entre as referências dos MPV de luxo ou berlinas XXL conforme reivindica a marca, a atualização teve o objetivo de reforçar a exclusividade e o posicionamento no topo do segmento. 

Não será de estranhar que a aposta da Mercedes-Benz tenha passado pela disponibilização de uma imagem exterior e interior ainda mais requintada e sofisticada, acentuando a diferenciação para os comerciais Vito e eVito. 

Exteriormente, os novos Classe V e EQV distinguem-se pela secção frontal inspirada no Classe S e na família EQ, respetivamente. Os grupos óticos são novos, enquanto a grelha  com rebordo cromado e a chapa de matrícula assentam numa ampla superfície preta brilhante.

Grelha muda em função do equipamento
O desenho da grelha do radiador apresenta diferenças em função do modelo e do nível de equipamento. Assim, a versão de entrada do Classe V e a linha Line têm uma grelha do radiador com um padrão em estrela, dois frisos com aplicações cromadas e uma estrala central.

No Avantgarde e AMG Line, o padrão em estrela tem um visual em cromado brilhante. Já o nível de topo Exclusive distingue-se pelos cinco frisos duplos e, pela primeira vez no Classe V, a estrela da Mercedes-Benz surge no topo do capot.

O EQV, por sua vez, possui uma grelha inspirada nos modelos EQ, com uma superfície em preto brilhante, duas barras cromadas e estrela ao centro.

O pára-choques também tem um desenho revisto, estando disponível, em função do equipamento, com pintura brilhante ou com um friso cromado. O AMG Line tem um visual mais desportivo com as típicas grelhas de ventilação AMG no meio e nos extremos.

A secção traseira conta um vidro lateral com uma forma mais aerodinâmica. O portão traseiro possui um friso com a lettering Mercedes-Benz.

Maior perceção de qualidade
Mais radical foi a renovação do habitáculo que foi projetado para ser confortável, espaçoso e cheio de tecnologia. O novo design do interior veio aumentar a qualidade percebida do Classe V e EQV. Inspirado pelo design do mobiliário, o luxo analógico e digital fundem-se de forma harmoniosa.

O novo painel de bordo, que sublinha a largura, possui um revestimento a imitar madeira. Igualmente novos são os dois ecrãs flutuantes de 12,3”. A junção do painel de instrumentos e do ecrã central cria uma impressão de ecrã plano,

O painel de instrumentos digital é controlado por comandos no volante multifunções e a acessibilidade aos mesmos, para o bem e para o mal, é a habitual nos modelos mais recentes da Mercedes-Benz com sistema MBU. que passa a ser de série. 

Outro elemento distintivo são as saídas redondas da ventilação com uma forma imitar uma hélice de um avião. Os difusores centrais têm uma orientação vertical.

O Classe V / EQV é proposto com uma iluminação ambiente com 64 cores, permitindo personalizar o habitáculo. As diferentes cores são baseadas em dez tons principais, que também estão presentes nos frisos decorativos das paredes laterais e das portas deslizantes.

Elevado conforto

O Classe V e o EQV estão dotados de bancos luxuosos na segunda fila, que, em opção, oferecem a função de reclinação, massagem, saída de ar condicionado para a cabeça, além de apoios de pernas e pés.

Os passageiros podem escolher três níveis de massagem e de ar condicionado. Os apoios de braços têm suporte para copos, entradas USB-C e um suporte integrado para o smartphone.

Os dois MPV têm quatro bancos individuais nas duas filas traseiras. Em alternativa está disponível um banco com três lugares na última fila. O banco da direita ou a fila de três assentos podem ser retirados para aumentar a capacidade da bagageira. Se não for necessário, a última fila de três bancos também pode ser totalmente rebatida.

No capítulo mecânico não existem alterações, mantendo-se em comercialização as atuais motorizações de combustão no Classe V e elétrica no EQV.

Aparentemente, isto deverá continuar, enquanto não chegar a nova geração, baseada na plataforma modular e escalável Van Electric Architecture (VAN.EA), prevista para 2026.

Apoiamos a Ucrânia